Como separar finanças pessoais e finanças empresariais

Nas micro e pequenas empresas, um erro muito comum que pode prejudicar muito o empreendedor é misturar as despesas pessoais com as despesas profissionais.

 

Mas saber como separar as finanças é essencial desde a criação do seu negócio. E, somente assim, é possível definir com precisão a sua margem de lucratividade e identificar se existem problemas a serem corrigidos.

 

Confira algumas dicas para evitar que os gastos de sua vida pessoal interfiram na saúde financeira de seu empreendimento:

 

  1. Utilize contas separadas: uma pessoal, outra empresarial. Dessa forma, você terá facilidade em identificar os lançamentos, poderá evitar que os gastos pessoais se misturem com os gastos profissionais, além de facilitar a sua comprovação de renda para a Receita Federal.

 

  1. Otimize seu controle financeiro. Mantenha o controle sobre as entradas e saídas da empresa e também mantenha seus gastos pessoais organizados e completamente separados dos negócios. Com maior organização, fica mais fácil se planejar a médio e longo prazo.

 

  1. Saiba exatamente quanto o seu negócio consegue gerar de lucro. E para reunir os dados precisos a respeito disso, é indispensável que não se misture as contas e que seja realizado um efetivo controle dos fluxos de caixa. De acordo com o IBGE, metade das empresas brasileiras fecha as portas em apenas 3 anos por não controlar as finanças de maneira adequada.

 

  1. Determine um salário para você, justo e compatível com a realidade financeira da empresa. Afinal, um dos grandes problemas que levam os empresários a misturar suas despesas e, à possível falência dos negócios, é o fato de que não estipulam um valor fixo de retirada para cobrir seus gastos pessoais.

 

  1. Tenha uma reserva mensal. É preciso estar preparado para as constantes variações e instabilidades financeiras do mercado. Portanto, uma reserva mensal pode ser a garantia de sobrevivência do negócio em casos de imprevistos. O mesmo se aplica à vida pessoal e o chamado “pé-de-meia”, para garantir o seu sustento caso haja problemas nos negócios.

 

  1. Conte com o auxílio de um profissional de contabilidade. Afinal, uma consultoria contábil será essencial para cuidar das questões tributárias da empresa e também para fazer com que você economize em termos operacionais. Conte com o auxílio da Innovare!

Deixe um comentário

19 − dez =